Reprogramação eletrônica Nissan Frontier 2.5

 

 

Já pensou em fazer aquele upgrade top em sua camionete? E o mais interessante: sem realizar nenhuma modificação mecânica no motor.

 

Pois bem, através do serviço de reprogramação eletrônica é possível modificar o software que faz o gerenciamento do seu motor e assim ter um novo comportamento. Vou lhe dar um exemplo falando de um serviço que realizamos em uma Nissan Frontier equipada com um motor 2.5 diesel que originalmente possui a potência final de 172cv a 4000rpm e com 41,1 kgfm a 2000rpm. Para este modelo de camionete os benefícios que conseguimos oferecer com o serviço de chip de potência são:

 

Reprogramação Eletrônica Nissan Frontier

  • Aumento de potência final de até 40cv alcançando 212cv de potência final;
  • Aumento de torque no motor de até 8kgfm gerando 49,1 kgfm;
  • Melhorar o tempo de resposta e a retomada de marcha;
  • Otimização do consumo de combustível.

 

Sempre que realizamos algum serviço em um veículo percebemos que os clientes possuem diversas dúvidas sobre o que o serviço de reprogramação eletrônica pode oferecer, tanto de benefícios quanto de desvantagens, se é que existe alguma. Bom, vamos esclarecer alguns deles:

 

Esse aumento de potência e torque pode gerar algum problema no motor do meu veículo?

R: Não. Todas a programações desenvolvidas pela Prado Powerchips sempre mantêm a qualidade de funcionamento e padrões do fabricante do veículo, não implicando em nenhum tipo de cuidado ou comportamento adicional.

 

Como é possível aumentar a potência e economizar combustível?

R: Quando um veículo recebe a programação da Prado Powerchips com novos parâmetros para funcionamento do seu motor, ele consegue entregar mais potência e torque.

Antes de falar sobre o ganho, vamos entender o que é a potência final e torque: a potência é a referência da potência máxima que esse motor pode entregar em um determinado rpm, e o torque é a capacidade de arrasto, ou seja, é a força que o motor gera no virabrequim, peça que faz com o que veículo se mova. Sendo assim quando se tem um aumento de potência e de torque é possível trabalhar em um motor com o mesmo rpm de original, só que fazendo com que ele entregue muito mais força (torque), tudo isso com menos combustível se for comparado ao original. Outro “detalhe” importante é que o torque vai influenciar diretamente nas trocas de marcha onde é possível manter por mais tempo o veículo rodando dentro de uma mesma marcha.

 

Quer saber quais são os benefícios que o serviço de reprogramação eletrônica pode trazer para o seu veículo? Clique no link abaixo:

Quero saber mais informações sobre meu veículo!

Comentários